domingo, 23 de novembro de 2014

Do que não tem cabimento...

Ilustração: Mônica Crema
Cabe tanto de você no meu sorriso.
Nos olhos fechados cabem as lembranças.
Caberia sua mão na minha.
Caberia seu abraço no meu.
Mas a saudade... Essa já não cabe.
Evade.

5 comentários:

  1. No coração há de caber até mesmo a saudade.

    ResponderExcluir
  2. Belas palavras. Escrever para extravasar a saudade para mim já virou terapia. Parabéns pelo blog!

    Graziele Santos
    (http://lamiaparticolare.blogpot.com)

    ResponderExcluir
  3. Cabe muito de ti em mim, mas a saudade, aquela que você deixou quando partiu, escapa pelos olhos. As vezes penso ser lágrimas agridoces!!

    Lindo!!!

    Beijos

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]