quinta-feira, 1 de março de 2012

Dos sorrisos que o moço desenha nela...

Ilustração: Wallcoo
E ultimamente, em diversas vezes ao dia, vinha esboçando um sorrisinho assim... Meio tímido, de cantinho de boca. Notou que isso ocorria inesperadamente quando, no banho; no café da manhã ou no jantar; antes de dormir; no trabalho; lendo o jornal; debruçada na janela de casa; na rede ou parada no trânsito infernal, lembrava-se daquele moço. É... Ele sabia bem como desenhar sorrisos.

(Karla Thayse Mendes Soares – 20/02/12)

6 comentários:

  1. Adorei o textinho, como todos os que leio aqui!
    Um super Beijo Karla!
    Até Mais*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ka, boa tarde!!
    Que texto lindo!! Realmente, ele nada mais retrata que a doce chegada de um sentimento chamado primavera ao coração de uma moça, primavera esta trazida pelos raios de sol do sorriso de um moço, estação do amor, das flores e dos frutos... O maravilhoso é que, nestes casos de estação, de desenho, de arte, de raios de sol e de amor, muitas vezes a recíproca é verdaddeira... E quando é... ah... se segura... Ou, melhor, aliás... ninguém nem nada segura...
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Leo

    ResponderExcluir
  3. Coisa boa isso não?! Eu, há cinco anos atrás, ria para a tela do computador quando conversava com aquele que só "desenhava sorrisos" e hoje é o meu nAMORado! ;) bjs

    ResponderExcluir
  4. Que gostosura esses sorrisos.
    Um beijo
    Fer.

    ResponderExcluir
  5. Vim conhecer o blog. Está lindo! E agora, acho que já sei um bocadinho mais sobre ti: muito de nossa alma e modo de ser fica expressado no que postamos, nas imagens e escritos que escolhemos e produzimos... Posso perceber que tens uma alma delicada e sensível. Desejo um dia luminoso e poético! Beijos alados.

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]