quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Dia de sorte...

Ilustração: Viria13 DeviantArt


A segunda-feira dela:

O dia cheio no trabalho, a promoção negada, o café que manchou a blusa branca... O carro na oficina, o ônibus lotado, o trânsito lento...  A chuva que cai, o celular roubado, o guarda chuva quebrado... A chave que ela esqueceu do lado de dentro da casa, a fome, a espera.

A segunda-feira dele:

O salário atrasado, as dívidas acumuladas, a preocupação... O trânsito lento, o pneu furado, a chuva que cai... A contramão, o guarda, a multa... O ar condicionado quebrado, mais um “último cigarro”, o sapato apertado.

A segunda-feira dos dois:

Sentada na calçada, ela o esperava como uma criança perdida a espera do colo seguro dos pais e ele a admirou com a emoção de quem encontra uma luz no final do túnel. Abraçaram-se num aconchego bom e encontraram a paz de um que morava nos braços do outro... Trocaram um beijo molhado com a chuva e com o amor que derramava deles. Ele abriu a porta da casa e apanhou-a nos braços. Entraram ali tal qual a primeira vez...  E com o mesmo amor,  e com os mesmos sonhos, e com os mesmos sorrisos. Ela preparou um café quentinho enquanto ele cantava "A noite do meu bem" ao som do violão. Um banho a dois e amor depois. Ela encostou a cabeça no ombro dele e pensou em como tinha sorte nessa vida, ele sorriu e agradeceu a Deus pelo maravilhoso dia.

(Karla Thayse Mendes - 02/02/12) 




"Hoje eu quero a rosa mais linda que houver
E a primeira estrela que vier
Para enfeitar a noite do meu bem." 
[Dolores Duran]

12 comentários:

  1. Thayse, minha linda!Te confesso q me emocionei mto com esse texto maravilhoso!
    bjs :)

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimo, Karla!
    Tenha um ótimo final de semana, Flor !
    Bejos :*

    ResponderExcluir
  3. Oi, Karla, bom dia!!
    Imensa inspiração, texto maravilhoso, poesia, encantamento, realidade, profundidade, as palavras exatas, a sensibilidade à flor da pele, a esperança de dias melhores, a certeza do dia melhor, o presente difícil que contem um presente insubstituível: pois onde o amor chegou, o que falta há de chegar, aos poucos ou depressa, porque pelo que falta se pode lutar, pelo que falta se pode esperar... mas, onde o amor não chegou, todos os tesouros do mundo não preencherão o vazio com se passam os dias num e noutro coração...
    Encantado!
    Um beijo carinhos
    Doces sonhos
    Leo

    ResponderExcluir
  4. Que liiiiiiiiiiiiiiiiindo... aném! Só vc mesmo, meu anjo, pra me fazer rir e chorar! Muito bom estar de volta nesse cantinho! Bjus

    ResponderExcluir
  5. Muito bonita sua sensibilidade!
    Bjinhoss XD

    ResponderExcluir
  6. Ah flor que lindo! E no fim, tudo vale a pena quando se tem amor.

    Meu dia se fez mais alegre com esse texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não deu para conter o sorriso ao ler a segunda-feira dos dois! Senti um acochego grande e pensei: realmente, quando estamos com alguém que amamos tudo vai bem, ficamos bem e o momento é o único que importa...Nada mais é tão sério ou tão ruim que não possa ser curado com um beijo ou um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Hoje meu dia foi bem assim,insuportável,mas também terminou bem assim apaixonado, depois do amor, depois de tudo fiquei pensando:"O amor não é a oitava, o amor são todas as maravilhas do mundo"

    ResponderExcluir
  9. QUE LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINDO , me apaixonei , cara você tem um Dom e tanto! Cheguei hoje , e estou amando. Quero mais romances assim, super seguido e favoritado ! :D adoraria ter você por lá também www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo, adoreii *-*
    Vou estar sempre por aqui acompanhando seus textos =D
    beijooos flor!

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]