quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Destino de passarinho...

Ilustração: Marianne Berguer
E nem adianta arrancar as asas... Quem nasce para ser pássaro voa todos os dias e a vida inteira, nem que seja com os pés no chão.

(Karla Thayse Mendes – 20/02/12)

10 comentários:

  1. Ai... que lindo Karla...
    Acho esses teus trechinhos muito delicados e minha cara!!! Adoro!
    Beijos*

    http://luamelo.blogspot.com
    @PENSAMENTOAD

    ResponderExcluir
  2. A vida é quando finalmente colocam um chão debaixo dos nossos pés.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo...me senti pássaro agora !

    Gostaria de agradecer as visitas que sempre faz ao meu canto. As vezes é tão dificil retribuir ,ainda mais nessa fase da minha vida, que tenho trampo,estagio, inglês,projeto pessoal e namoro. O tempinho que tenho de net anda tão escasso que tudo que posso fazer por meus amigos é comentar e visitar os blogs quando posso. Mas eu ja disse isso antes né ?
    De qualquer maneira obrigado. volto sempre !


    OBs: Tira a verificação de palavras, pois incomoda quem posta !

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Verdade amada ... seja em sonhos ou imaginação.
    O coração voa embora os pés estejam no chão.
    beijos mil ***

    ResponderExcluir
  5. Oi, Karla, boa noite!!
    Se assim tiver que ser, assim será...
    Duas maldades se perpetuam contra os seres: cortar-lhes (arrancar-lhes)as "asas", o que lhes prende "os pés" no chão... E envolver-lhes em prisão, o que lhes rouba o espaço e o mundo.
    Curiosamente, no meu quintal, há pássaros que sempre voltam... Deixo água, banana meio descascada, alpiste solto sobre o muro...
    Os seres voam! Os seres dançam! Os seres cantam!
    A única prisão doce é de os ter cativado em amor.
    Não, não adianta arrancar as asas; nós mesmo nós as arrancarmos a nós mesmos!... O instinto vem, forte, de dentro para fora, uma hora, e nos diz: és livre! voa!
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Leo

    ResponderExcluir
  6. Ser capaz de voar é sorrir para o mundo de modo constante. Nada melhor que a liberdade que nos abranda a alma. Adorei!

    Beijos Flor :D

    ResponderExcluir
  7. É definitivamente impossível passar por aqui e não ser aliviado pelo vento doce de suas asas.
    Abraços de passarinhos.

    ResponderExcluir
  8. Agora sou, com todo orgulho e alegria, seu seguidor número 545.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Karla! Gostei muito do seu blog: essência e conteúdo na medida certa. Parabéns pelo excelente trabalho! Quando tiver um tempinho, apareça no meu pequeno espaço; terei o maior prazer em recebê-la. Um abraço!

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]