quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Desjejum (Série Agridoce IV)

Ilustração: Viria 13 DeviantArt

Melhor do que dormir em teus braços é acordar com teus beijos. Desperta-me antes do nascer do Sol ao tocar de leve a minha cintura e eu encolho-me de desejo... Beija minha nuca, bebe minha saliva como se fosse leite e faz do meu seio pão. Devora-me! Sou teu café da manhã, tua refeição principal. Prova-me com geleia de morango e mata a tua fome de mim, assim... Põe açúcar, amor e afeto, sou teu prato completo e a sobremesa do final.

(Karla Thayse Mendes – 03/02/12)

3 comentários:

  1. Acho que o melhor é saber o que está mesmo sem a presença.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Karla, boa noite!!
    Ei! Menina, que poema-prosa lindo! E intenso! (Ih, eu disse a mesma coisa que a Priscyla, só que na ordem inversa...) Eu amo os sons intercalados, a musicalidade, a força das expressões (e como estão fortes e sedutoras!). Que lindo poema-paixão! Não sabemos se ficamos mais encantados, surpresos, tocados, aguçados ou simplesmente nos damos conta de que você é assim: super talentosa, capaz de tudo que é lindo!
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Leo

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]