quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

In(Tensa)...

Ilustração: Lesja Chernish

Não gosto de nada pela metade. Dispenso meia-luz, ou é claridade total ou é escuridão. No meu céu não brilha meia-lua, ou ela vem cheia ou vem minguante. Nada de meia-calça, meias palavras, meia xícara de chá, meias verdades, meio-fio, meia-volta ou meio-termo. Não chegue ao meio-dia nem à meia-noite se tem o dia inteiro. Não me venha com um sim nem com um não ao meio. Não traga coração meio vazio ou meio cheio, não aceito um pão ao meio que dirá um meio amor... Não sou pela metade, sou um pote inteiro, encha-me por favor, seja lá do que for! Só não venha com insegurança pelo meio.
(Karla Thayse Mendes - 14/12/11)

13 comentários:

  1. E eu concordo plenamente contigo. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Karla, lindo post. Assim como tú, quero inteiros e não pelas metades. Este foi o tema de um post recente "Dias de Chuva", em que falo exatamente sobre isso. Penso que somente a unidade, ou seja, o inteiro possa nos complementar em nossa necessidade de plenitude. Bjs, Moran

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito desse blog, já sigo há um bom tempo!

    Ficaria muito honrada se pudesse ter sua presença em meu blog também...

    Se ainda não conhece, venha conhecer!
    Bjo grande

    Obrigada

    ResponderExcluir
  4. Você sabe o que é o Amor Insuperável?
    Espero você em meu blog, amiga!

    Beijo e uma linda semana!

    Gi.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Karla, boa noite!!
    Você me lembrou de um velho teste: "Um homem consegue cavar um buraco por dia. Se ele trabalhou 3 dias e meio, quantos buracos cavou?!" Todo mundo sempre responde, na lata: "3 e meio." Mas, não há meios buracos! Se a pá entra na terra uma só vez, já temos um buraco inteiro. Buracos e amores, entre tantas outras coisas, não admitem meios ou qualquer outro percentual - só admitem 100%... Ou zero...
    Bem, isso me fez lembrar que eu estou meio com sede e vou sair para matar metade dela... Licencinha...
    Um beijo carinhoso
    Leo

    ResponderExcluir
  6. passando pra deixar um beijo
    desejar Luz
    e dizer que foi bom passar o ano entre lindas palavras...

    ResponderExcluir
  7. Bem, eu tenho temido mudar, Porque eu construí minha vida ao seu redor, Mas o tempo traz coragem; crianças envelhecem, Estou envelhecendo também.(sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Crianças Envelhecem"

    http://criancasenvelhecem.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Dinha".

    ResponderExcluir
  8. Amei, Karla!


    Ótimo ano de 2012! Deus ilumine seus passos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Pois eu lhe desejo muita luz, e que em 2012 sua criatividade e beleza de suas palavras continuem nos encantando.

    ResponderExcluir
  10. Felicidade Clandestina e o Reino estão aqui também: http://www.facebook.com/profile.php?id=100003308320359&sk=wall

    Querendo aparecer, és bem-vind@ :)

    ResponderExcluir
  11. Identifiquei-me muito com o texto,comigo é assim também,existe o tudo e o nada, o sim e o não e dependendo de quem seja,vejo como vai ser.
    Muito fofo teu blog,parabéns!
    Espero que vc possa vir conhecer o meu também.
    Abraço e um fim de semana iluminado,=)

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]