quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Do que desbota...

Ilustração: Marianne Berguer

Naõ era tatuagem teu amor em mim,
Era pintura com tinta nanquim.

(Karla Thayse Mendes – 13/11/11)

6 comentários:

  1. Acho que amor é assim: Correspondido vira tatuagem sorriso,mas caso contrário, bom mesmo é tentá-lo tirar do pensamento. Porque quando esse amor resolve se fazer eterno nesse canto, ai danou-se.

    Adorei! Beijos flor.

    ResponderExcluir
  2. Adoro este espaço aqui, todo delicado! É como voar entre as nuvens e sentir a brisa das belas palavras ao vento!

    ResponderExcluir
  3. Cada vez mais lindos teus escritos moça!

    Aproveito pra avisar: tem promoção no meu blog pra todos que seguem e me dedicam carinho neste 1 ano! =)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Karla, boa noite!!
    Pergunto-me: quem terá errado? Quem pintou ou quem se deixou ser pintado?!
    Ah! Pois às vezes amamos e sabemos que a correspondência é somente nanquim...
    Como sempre, sua capacidade extraordinária de resumir toda uma longa história em duas linhas continua nos fascinando... Em tatuagem!
    Um beijo carinhoso
    Leo

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]