domingo, 24 de outubro de 2010

Tudo o que eu preciso...

Ilustração: Wallcoo












Quatro pegadas na areia.
O barulho do mar.
Teu olhar no meu.
Sol a brilhar.

O som da tua voz.
Aquela canção.
Violão e luar.
Coração na mão.

Céu estrelado.
Um cobertor.
O balanço da rede.
Nosso amor.

Beijo de bom dia.
Um leitinho quente.
A luz do teu sorriso.
O amor da gente.

(Karla Thayse Mendes - 20/10/10)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

De carona com o amor...

Ilustração: Wallcoo

Colocou seu vestido mais bonito, juntou umas esperanças numa trouxinha e saiu sem olhar pra trás. Montou na garupa daquele amor, fechou os olhos e se deixou levar. Braços bem abertos pra abraçar o vento. No caminho novas flores, no coração novas cores e no rosto um sorriso feliz.

(Karla Thayse Mendes -19/10 /10)

"Não importa quanto vai durar -
é infinito agora."
[Caio F.]

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tem que ser por completo...

Não me venha com a metade da sua laranja,
quero-a inteira!
Gosto de suco aos montes.

(Karla Thayse Mendes - 05/10/10)

sábado, 9 de outubro de 2010

Eu era feliz e sabia...

Ilustração: Wallcoo

Era lindo Como ele fazia
cóssegas na minha alegria
e arrancava de mim os melhores sorrisos todos os dias...

Era mágico como ele conseguia
transformar meu amor em poesia
com versos, estrofes e rimas em constante harmonia...

Era doce a paz que eu sentia
naquele abraço cheio de magia
até dormir no embalo dos nossos corações em sintonia.

(Karla Thayse Mendes - 19/08/10)




terça-feira, 5 de outubro de 2010

Venha...

Ilustração: Kurt Halsey
Traga-me borboletas ao estômago,
pinte meu riso de anil,
afaste as minhas cortinas.
Ache-me,
pegue-me,
leve-me
ame-me.

(Karla Thayse Mendes - 05/10/10)

domingo, 3 de outubro de 2010

O que restou dela...

Ilustração: Wallcoo

Só ele era capaz de sentir o cheiro que exalava da alma dela, aquele cheiro que vinha de dentro, essência de amor. Ontem eu a vi caminhando pela praia e deu pena de olhar o vazio que ficou dentro do abraço dela e aquele brilho que ela tinha no olhar já não se via mais. O sorriso dela ficou no bolso da calça jeans daquele moço. Ah se ele soubesse que levou consigo a parte mais bonita do carinho dela, se ele soubesse que carregou todas as cores e deixou pra ela os dias pintados de cinza. Agora ela caminha pela praia aos domingos e tenta roubar um pouquinho da paz que vem do mar. Escreve qualquer coisa na areia, sussurra uma canção pra espantar os males e senta pra esperar o sol se pôr.

(Karla Thayse Mendes - 19/06/10)

"Amar é ter um pássaro pousado no dedo. 
Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, 
a qualquer momento, ele pode voar"
[Rubem Alves]