quarta-feira, 28 de abril de 2010

Arvoreando...

Engoli uma semente de esperança e bebi um copo d´agua pra regar. Sentei aqui e esperei brotar. No outro dia nasceu em mim um raminho que foi crescendo, crescendo, alastrando verde por todo meu corpo. Finquei raízes em solo fértil, levantei os braços em galhos e dancei ao som do vento. Frutifico carinho no outono e floresço amor em toda primavera. Se acaso um dia precisares de sombra, deita aqui que eu te cubro com a minha. Eu te protejo para todo o sempre, só não me desmate, não me deseje e depois me mate.

(Karla Thayse Mendes - 16/04/10)


"Depois que comecei a cuidar do jardim aprendi tanta coisa,
uma delas é que não se deve decretar a morte de um girassol antes do tempo.
E que as plantas sentem dor, que nem a gente."

[Caio F.]

segunda-feira, 26 de abril de 2010

A menina que perdeu o coração...

Ilustração: Ana Oliveira
Saltitava pela noite, feliz, com o coração na mão. Tropeçou no caminho e sem querer,  deixou cair o bixinho num boeiro qualquer do chão. Colocou o bracinho lá dentro na tentativa de apanhá-lo,  não conseguiu. Chamou chorando por ele: " vem cá coraçãozinho",  mas ele não a ouviu.  Desaprendeu a amar, não tem saudades de ninguem, é incapaz de perdoar e não sonha mais também. Um vazio lá no peito, não tem jeito, solidão. Ela agora sabe bem a falta que faz um coração.

(Karla Thayse Mendes - 19/04/10)


"Era coração, aquele escondido pedaço
de ser onde fica guardado o que se sente
e o que se pensa sobre as pessoas das
quais se gosta? Devia ser."

[Caio F]

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Até de cabeça pra baixo...

Ilustração: Patrícia Metola
Pensei em queimar teu retrato mas não tive coragem.
Então pendurei o quadro de cabeça para baixo,
foi quando percebi que eu te amo por todos os ângulos.

(Karla Thayse Mendes - 17/04/10)


"A gente nunca pode julgar 
o que acontece dentro dos outros."
  
[Caio F.]




quarta-feira, 21 de abril de 2010

Amizade forte...

Ilustração: Patrícia Metola
Amigo de verdade
te ajuda a carregar o coração pesado de dor
quando tu és incapaz de fazê-lo sozinho.

(Karla Thayse Mendes - 16/04/10 - Com todo meu carinho.)


"Tenho amigos tão bonitos,
ninguém suspeita
mas sou uma pessoa muito rica."

[Caio F.]

domingo, 18 de abril de 2010

Saudade escondida...

Guardou bem no fundo da gaveta do criado-mudo, cartas, lembranças e juras de amor que não se cumpriram. Tirou umas ilusões do coração e as colocou lá também. Vez ou outra no meio da noite sente vontade de abrir a gaveta e mergulhar ali, em busca de qualquer cheiro, de qualquer recordação doce, mas resiste. Lembra que certa vez leu em algum lugar algo assim: " Longe dos olhos, longe do coração". Então ela finge que acredita, deita e esconde a saudade embaixo do lençol.

(Karla Thayse Mendes - 16/04/10)



"E além de não estar

nem no aqui nem no agora,
ele não partia."

[Caio F.]

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Coração apertadinho...

Imagem: Patrícia Metola
Eu já tranquei com a chave por dentro seu moço.

Não adianta bater não!

Aqui é tão apertadinho, nem cabe todo seu carinho.

Por favor, procura outro coração?

(Karla Thayse Mendes - 16/04/09)


"Meu medo é minha coragem.
De viver além da margem
e não parar."
[Ângela Rô Rô]

terça-feira, 13 de abril de 2010

Dos sonhos da menina...


Acordou assustada de um sonho ruim, respirou aliviada e ficou encarando o escuro de olhos bem abertos. Virou-se de um lado para o outro, contou 387 carneirinhos, chamou o seu anjo da guarda pra conversar e balançou o pezinho direito esperando o Senhor do Sono voltar... Nada. Triste longa noite cor de cinza. E logo cedinho , abriu um sorriso bem largo ao sentir o toque quentinho do sol em seu rosto. Levantou-se e foi abraçar o dia. Ela prefere os sonhos que sonhamos acordados, porque neles a gente pode inventar a felicidade do jeito que se quer não há tristezas, nem bruxas, monstros ou fantasmas.

(Karla Thayse Mendes - 10/01/10)


"Que mais se não um sonho és tu ó Vida?"

[Alice no país dos Espelhos]

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Sabedoria de vó...

Ilustração: Irisz Agocs
Naquele dia tristinho, minha vó enxugou minhas lágrimas com um sorriso e disse:

- Karlota, sorria! Você é uma menina tão boa e tem tanta coisa linda guardada pra você nesse mundão!

E eu acredito nela, eu preciso acreditar pra seguir em frente.

(Karla Thayse Mendes - 01/02/10)


"(...) é preciso que a gente tente de todas as maneiras,
é o que estou fazendo."

[Caio F.]

sábado, 10 de abril de 2010

Dos machucados que ficam...

Ilustração: Marina Faria
E depois de furar o dedo com a ponta de um espinho

aprendeu a ser mais cuidadosa com as flores.

(Karla Thayse Mendes - 28/03/10)

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Mudando de casa e de vida...

E quando percebeu que naquela casa já não havia espaço suficiente para ela, resolveu partir. Escreveu numa caixa de papelão algo assim: "Cuidado, frágil!". Entrou ali e ficou a espera do caminhão de mudanças. A verdade é que estava cansada de passar por tantos endereços diferentes, o que ela queria mesmo era encontrar uma casinha segura onde pudesse descansar.

(Karla Thayse Mendes - 02/04/10)




"Hoje é dia,
mais uma vez,
de mudar de casa
e de vida."

[Caio F.]

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Luz e calor...

Juntou uns gravetos

e acendeu uma fogueira bem no meio do nada.

Sorriu alegria...

Agora tinha luz

e o frio não demoraria a passar.

(Karla Thayse Mendes - 23/03/10)



"Força e fé,
repete comigo:
Dai-me força e dai-me fé,
dai-me luz."
[Caio F.]