domingo, 24 de outubro de 2010

Tudo o que eu preciso...

Ilustração: Wallcoo












Quatro pegadas na areia.
O barulho do mar.
Teu olhar no meu.
Sol a brilhar.

O som da tua voz.
Aquela canção.
Violão e luar.
Coração na mão.

Céu estrelado.
Um cobertor.
O balanço da rede.
Nosso amor.

Beijo de bom dia.
Um leitinho quente.
A luz do teu sorriso.
O amor da gente.

(Karla Thayse Mendes - 20/10/10)

25 comentários:

  1. E era tudo, ou quase tudo, que eu vivia a sonhar... Pena que passou: foi só um sonho, uma ilusão.

    ResponderExcluir
  2. Lindo, doce Pétala!
    tmbm sonho e espero por um amor assim...
    Será que existe?

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  3. Quanta riqueza! Eu adorei o que li!
    Que a sua semana seja rica em momentos de muita felicidade.
    Beijos com o meu carinho

    ResponderExcluir
  4. pra variar, perfeito... os comentários são dispensáveis!!!

    ResponderExcluir
  5. Quanta paz nessas palavras.
    Eu quero, e desejo em dobro.
    Beijo e uma semana iluminada :*

    ResponderExcluir
  6. Quanta doçura. De uma delicadeza impressionante.
    E a imagem, fofíssima. rs

    Meu beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Vc montou um cenário e eu fui viajando nele...

    A saudade aumentou, mas não tem problema. Ficou doce!

    Bjo doce!

    ResponderExcluir
  8. Versos muito meigos!
    E são lindas as imagens que pões.
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Ah, o amor...
    Qual é a maior inspiração e senão ele?
    Lindo poema, flor!

    Letícia

    ResponderExcluir
  10. Muitos de nós não queríamos mais da vida que cumprir cada doce linha desse doce poema. Gosto demais dessa rima solta, dando ritmo de música. E gosto demais da forma picotadinha dele, cumprindo um dos quesitos mais destacados da poesia moderna – fazer o leitor criar também, imaginar, emendar... É assim que a primeira estrofe é dia e traz uma caminhada; a segunda é noite e traz uma serenata; a terceira estrofe, continuação da noite de amor, na rede da varanda, ao som do mar; e a quarta estrofe é o novo dia, e a promessa de muitos dias mais, plenos de amor.
    Belíssimo, belíssimo. Um pequeno tesouro.
    Beijo carinhoso
    Lello

    ResponderExcluir
  11. E quem não gostava de um paraíso assim...

    Lindo, ternurento!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  12. Esse é meu novo endereço:
    http://a-veelhanovidade.blogspot.com/
    beijos.

    ResponderExcluir
  13. OIie flor!
    saudades...
    tenho selinho no blog pra ti...
    Beeeijo

    ResponderExcluir
  14. Sempre meigas suas poesias Karla. Adoro!

    ResponderExcluir
  15. Eu gosto mesmo das tuas rimas.

    Beijinho flor!

    ResponderExcluir
  16. Querida Karla; é na simplicidade que encontramos o verdadeiro valor; a sua poesia é linda e valoriza cada ação que se pode fazer no dia, e a dois.

    Gostaria de contar com seu voto para o Top Blog 2010, últimos dias. Na primeira fase fui bem votado, mas na segunda estou ficando para trás. Preciso que os amigos entrem no meu blog e clicando no selo Top Blog preencham os campos nome e email, e depois confirmem. Ainda há chance, porém, não sem sua ajuda. Agradeço desde já.

    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. já te disse que aqui,dá vontade de amar?!

    ResponderExcluir
  18. Oi Karla, passando rapidinho só pra avisar que logo após a meia noite terá um post com presentinho pra vc. Espero que goste ;)
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  19. E eramos apenas eu ele e o amor..
    ñ precisavamos de mais nada

    Lindo teu blog..vontade de amar,amar e amar...

    Beijos flor

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]