domingo, 5 de setembro de 2010

Flor de guardanapo...

Passeavam de mãos dadas naquela noite. A lua só não brilhava mais que a luz dos olhos dela, e   sorriso dele era tão doce quanto aquele sorvete de chocolate. Ele apanhou um guardanapo em cima da mesa e fez um “ar de mágico de circo”. Ela sorriu amor. Ele levou as mãos para trás e pediu que ela fechasse os olhos, quando abriu, ela viu que ele tinha na mão direita uma flor de guardanapo. Recebeu e suspirou. Olharam-se de um jeito tão suave e tão profundo, como se um pudesse ler a alma do outro. Ela o amava, ele a amava... E ela acreditou que seria pra sempre.

(Karla Thayse Mendes - 22/08/10)


" É de mágica que eu dobro a vida em flor..."

[Marcelo Camelo]

22 comentários:

  1. linda historia con un lindo sentir nos textos leidos.... o amor que naceu de un guardanapo que se convirtio en uma Flor en ela a traves dos dois amores se convirtio an amor puro aquele que fez a os dois acreditar que seria pra sempre....

    lindo querida amiga muito lindo parabems

    Saludos
    otima semana
    abracos de coracao

    muito obrigado pelo seu lindo comentario de verdade fiquei feliz....

    ResponderExcluir
  2. .

    Meninaaa... quequeisso???????

    Nossa!

    Encantada com teu cantinho, com tuas palavras mágicas. Amei!

    Agradeço por te me dado a chance de chegar aqui.

    Bem-vinda no meu cantinho! Fico no teu!

    Deixo sorrisos. Levo encantos.

    .
    .

    ResponderExcluir
  3. Acreditar faz parte da mágica... sem crença, sem sonho, não tem graça... ;)

    ResponderExcluir
  4. Karla !!!
    Vim agradecer seu carinho e me surpreendo
    dentro de um lindo conto de fadas !!!

    Que blog mais lindo de se ver , ler e sonhar ...
    Parabéns !!!!!

    Deixo bjo , carinho e desejos de que sejas
    muito feliz , sempre ...

    ResponderExcluir
  5. Sorriso de sorvete de chocolate! É esse o sorriso do meu moço! Ah, que lembranças boas vieram a minha mente! =]

    Obrigada, florzinha!

    ResponderExcluir
  6. Oi Karla, te vi no meu blog, vim atrás, e adorei tudo por aqui ;)
    Tb. estou te seguindo e já adicionei seu blog à lista de meus favoritos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Me arrancou supiros com esse texto lindo!

    Uma doçura o seu cantinho.

    Beijos e seja bem vinda.

    ResponderExcluir
  8. Mágico é ver que ainda existe romantismo entre as pessoas.

    ResponderExcluir
  9. e, me diz uma coisa...


    foi pra sempre? =/


    um beijo

    ResponderExcluir
  10. ah! este blog é adorável! só quero ficar aqui a noite toda!! meu deus, que palavras lindas...

    eu não sei, de vez em quando também me dá para acreditar que é para sempre...

    ResponderExcluir
  11. Eles estavam certos, o amor faz ler a alma do outro, o amor faz revoluções e mágicas...

    E tudo torna-se eterno!

    Lindo o teu canto! Lindo o teu lirismo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. O pra sempre só depende deles, fico aqui torcendo para que sim, hehe...
    Lindo texto, gostei da tua forma de se expressar.

    Agradeço tbm a visita ao meu espaço, volte sempre que quiser.

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  13. Karla, parabéns, parabéns! Lindo texto!
    Tu nos dás ambigüidades tão doces-e-levemente-ácidas (como chocolate, talvez) que alguns de nós (como a incontida Cáh) não conseguimos deixar de perguntar: que se fez desse amor?! Dirá o cético: “não vêem todos?! que há mais claro em Literatura, senão que a frase inicial do parágrafo, se afirmativa, define-o?! não há mais que uma noite no texto, e não há promessas, mas tão somente uma esperança, difusa, de felicidade, num coração... e só! Além disso, o fecho do parágrafo contém um verbo no pretérito perfeito indicando ação já acabada, e um futuro do subjuntivo, ação apenas imaginada... que querem mais?” São fortes razões, as do senhor Gramático... Mas há um poder no amor que todas as Lógicas, todas as Forças, todas as Conjugações de Verbos, todos os Efemeros e até a própria Razão desconhece... Poder tão grande que determinadas Mãos podem pegar dois papeizinhos efêmeros como nós, e transformar num lindo par de flores eternas!
    Texto apaixonante, maravilhoso, raro, lindo.
    Abraço carinhoso
    Marcelo

    ResponderExcluir
  14. quando amamos, achamos que tudo será eterno...
    lindo post =)

    ResponderExcluir
  15. Acho que tem uma onda de amor varrendo a blogosfera!
    Tá todo mundo apaixonado, apaixonando-se ou em qualquer uma dessas variantes!
    rsrsrs
    beijao

    ResponderExcluir
  16. Lindo texto!!

    Adoro o jeito como escreve, tão doce e delicado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Coisa mais lindaaaaaaaaaaaa de menina.

    Conseguiiii entrar nas pétalas, essas pétalas tão lindas que vc esparrama pra gente, que saem flutuando da sua alma.

    Abraçoooooo Karlinha!

    ResponderExcluir
  18. sinto o cheiro dessa branca rosa de guardanapos, a mais cheirosa, a mais desejada, a mais amada e inesperada de todas as flores...

    ResponderExcluir
  19. Respondendo a Cáh..

    Ficaram pra sempre momentos lindos como este, bem guardadinhos dentro do coração dela, e isso ninguem nunca poderá tirar.

    Beijo

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]