quarta-feira, 27 de maio de 2009

Dentro dela tem...

Ilustração: Amélie
Dentro dela tem nascente de rio que corre pra o mar de sonhos.

Dentro dela o sol do céu mais bonito e um vasinho de flor pra enfeitar a janela da alma dela.

No cantinho do coração dela tem magia e uma varinha de condão com uma estrela na ponta.

Dentro do sorriso dela, borboletas dançam um bolero e dentro do abraço dela tem leveza de nuvem quando sorri.

Amor e luz dentro dela.


(Karla Thayse Mendes - 27/05/09 - Para uma amiga luz)

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Dos afagos de um Livro...

Ilustração: Irisz Agocs
Numa dessas noites ela resolveu viajar na leitura pra esperar o sono chegar. Foi até a estante e pegou um daqueles livros, deitou-se e começou a ler. Achou que seria apenas mais um daqueles que outrora lera e já nem lembra mais, ou daqueles outros monótonos, dos quais desistira na metade da história. E não foi... Já nas primeiras linhas percebeu que era um Livro especial e continuou a leitura. Deixou-se envolver pela história de tal forma que quando percebeu não conseguia mais parar de ler. E toda noite ela lê um pouco mais e descobre um carinho diferente em palavras. De manhã ela guarda-o na mesinha de cabeceira e passa o dia todo ansiosa pra recomeçar a leitura. Porque tem livros que fazem a gente se sentir melhor, tem histórias que fazem nosso coração bater exclamações. E quando a gente encontra um Livro assim na nossa estante, a gente abraça cada frase, a gente mergulha em cada capítulo, e ao chegar no final da história, a gente começa a ler outra vez sem achar nada repetitivo, porque a cada leitura a gente descobre um afago novo.

(Karla Thayse Mendes - 16/05/09 - ♥)

sábado, 9 de maio de 2009

Do outro lado da ponte...


Ilustração: Irisz Agocs
E continuou andando... Quando ficava cansada sentava numa pedra pra descansar. Algumas vezes tropeçou no caminho, outras caiu, mas conseguiu levantar e seguiu. Caminhava pra lugar algum e sem saber a direção. Durante o dia seguia qualquer borboleta e de noite deixava-se guiar pela luz da Lua. Foi quando avistou uma ponte ali bem em frente, dessas feitas com corda e pedaços de madeira. Colocou a pontinha do pé direito e sentiu balançar. Teve medo... Olhou pra baixo e viu um monte de pedras, pensou em voltar mas olhou em frente. Do outro lado tinha um pássaro e um rio de águas calmas. Num impulso, respirou fundo, fechou os olhos e foi...

(Karla Thayse Mendes - 09/05/09 - ♥)