domingo, 13 de setembro de 2009

A menina quando chove...

Ilustração: Ana Oliveira
O dia acordou pintado de cinza
que nem a cor da emoção da menina.
Nuvem chora fininho e baixinho
que nem o choro da alma da menina.
Ela era toda inverno naquele dia,
coração friozinho...
Certas chuvinhas doem mais que grandes tempestades,
porque caem machucando devagar
e demoram a dar lugar ao sol.

(Karla Thayse Mendes - 27/08/09)

6 comentários:

  1. E então... foi preciso esperar que um grão de sol reflectisse o orvalho das gotas de chuva para ela perceber ... a maior das nuvens oculta sempre... o sol, um grande, quente, enorme sol.

    Abriu os grandes olhos castanhos .
    A chuva queria secar... mas ela precisava deixar.

    Só assim o sol poderia entrar...

    Um óptimo domingo para ti...

    ResponderExcluir
  2. "Certas chuvinhas doem mais que grandes tempestades,
    porque caem machucando devagar
    e demoram a dar lugar ao sol."
    sim com certeza doemm as hoje e apenas hoje eu quero me molhar....e só por hoje eu quero me jogar na chuva!!!!

    ResponderExcluir
  3. mas o sol há de aparecer..
    um beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Mas as vezes é preciso se jogar na chuva, não é mesmo?
    Gosto tanto daqui, flor.
    Você escreve tão doce, é lindo demais.
    Sempre suspiro*

    ResponderExcluir
  5. Essas coisas acontecem,. .mas nao pode chover o tempo todo!
    Inte

    ResponderExcluir
  6. Chuvinhas malvadas que machucam pequenininho e devagarzinho. Mas menina, sorria e deixa isso tudo passar.

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]