segunda-feira, 25 de maio de 2009

Dos afagos de um Livro...

Ilustração: Irisz Agocs
Numa dessas noites ela resolveu viajar na leitura pra esperar o sono chegar. Foi até a estante e pegou um daqueles livros, deitou-se e começou a ler. Achou que seria apenas mais um daqueles que outrora lera e já nem lembra mais, ou daqueles outros monótonos, dos quais desistira na metade da história. E não foi... Já nas primeiras linhas percebeu que era um Livro especial e continuou a leitura. Deixou-se envolver pela história de tal forma que quando percebeu não conseguia mais parar de ler. E toda noite ela lê um pouco mais e descobre um carinho diferente em palavras. De manhã ela guarda-o na mesinha de cabeceira e passa o dia todo ansiosa pra recomeçar a leitura. Porque tem livros que fazem a gente se sentir melhor, tem histórias que fazem nosso coração bater exclamações. E quando a gente encontra um Livro assim na nossa estante, a gente abraça cada frase, a gente mergulha em cada capítulo, e ao chegar no final da história, a gente começa a ler outra vez sem achar nada repetitivo, porque a cada leitura a gente descobre um afago novo.

(Karla Thayse Mendes - 16/05/09 - ♥)

3 comentários:

  1. Eu também sou assim, quando me apego a um livro, não há nada que me desgrude dele. O pior é quando chega o fim da história... A despedida é chata de mais, dá até vontade de não ler o final!
    mas acabo sempre lendo. é aquele "chororô"... mas...
    o meu problema é que não consigo ler novamente o livro.

    gosto muito do seu blog, ele é lindo... vez por outra venho aqui nem que seja só pra dar uma olhadela.

    eu visitei seu orkut, vc é de Ilheus? o pai do meu namorado mora em Santa Teresinha, aí perto. eu tenho muita vontade de passar uns tempos aí na BH...

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Que artigo bom gostei muito,não a nada melhor que o fascinante mundo da leitura parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Saudações!
    Que mensagem Linda!
    No mundo fantástico dos livros, por entre palavras estão tesouro imensuráveis!
    Parabéns!
    LISON.

    ResponderExcluir

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]