quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Circo com pipocas...

Ilustração: Irisz Agocs
Respeitável público, o Circo Real apresenta o espetáculo grandioso da vida! Na verdade a vida é um grande picadeiro de cores com pipocas e balões de soprar. De máscaras coloridas, saias de filó, purpurinas e confetes, saímos de trás das cortinas e entramos em cena. O menino descalço faz malabarismo todos os dias no sinal pra alimentar os quatro irmãos pequenos que estão em casa. Concentração... As bolinhas não podem cair! Que rufem os tambores! Lá vem a moça equilibrista tentando atravessar o fio estreito da desigualdade, ela conseguirá? Vejamos... A nossa próxima atração é o grande mágico João Pacífico e o número especial de hoje é... isso mesmo, ele vai tirar a paz de dentro da sua cartola mágica! É meus caros, ela deve estar escondida lá ha muito tempo mesmo porque nunca mais a vimos. Ora, ora, ora! Continuemos... No número do arremesso de facas Antônio Pessimista tenta cercar sua assistente Maria Esperança. Ufa! Por pouco ele não a acertou. No nosso grande globo da morte estão a incrível Arara-azul e o grande Mico-leão-dourado, será que eles irão resistir? E a última e não menos grandiosa atração de hoje é o Palhaço Zé Cosquinha, ele vem de cara pintada e cheio de graça pra lembrar que a gente ainda sabe sorrir. Porque não existe vida sem alegria e não existe circo sem palhaço.

(Karla Thayse Mendes - 12/02/09)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Soltava sorrisos ao vento e ouvia: Uma hora eles voltam pra você." [Vanessa Leonardi]